Pesquisar:

Mensagem da Diretora Executiva

EDITORIAL DO INFORMAR - Publicado no Notícias de Fátima a 17 de dezembro

 

É Natal... 

Tempo de sonhos e fantasias….por entre o maior e melhor valor universal: o amor ao próximo. Portugal teve uma importância especial na obra de Hergé, o criador do famoso Tintin e as suas espectaculares aventuras. Em 1935 surgia no contexto da Radio Renascença, uma revista denominada “O Papagaio” dirigida sobretudo a miúdos, educativa dentro do espírito da época.

O seu director, Abel Varzim, nos anos 30 frequentara uma Universidade belga e daí o seu entusiasmo com os quadradinhos animados destas histórias, que levou à compra dos direitos de publicação. Portugal foi assim o primeiro país não francófono onde estas aventuras foram publicadas. Mas as curiosidades não se ficam por aqui. Uma vez que “O Papagaio” era uma revista popular na altura, que cativava pelo colorido e modernismo de autores, as vinhetas que chegaram de Tintin foram coloridas para publicação.

No contexto destes anos, veio a II Grande Guerra, e Portugal tinha assumido uma posição de neutralidade na Europa, pelo que as transferências financeiras entre a Bélgica tinham sido canceladas. Como fazer circular os pagamentos pelos direitos de publicação mensal da revista? O irmão de Hergé estava prisioneiro de guerra na Alemanha, e em Abril de 1941, Portugal começou a fazer chegar géneros alimentícios a Hergé como forma de pagamento (contornando as imposições legais) e também de ajuda no contexto de guerra. Celebramos este ano 85 anos dessa amizade, mas sobretudo de uma história que inspirou gerações e gerações, que fez sonhar de aventuras muitos outros criadores, filmes, livros….foram uma família de papel para muita gente por este mundo fora.

O sonho comanda a vida, mas a obra de Tintin não seria possível sem a dedicação apaixonada do seu mestre Hergé, das longas horas que lhe dedicou (…ainda não havia animações digitais…) e das muitas amizades que o pequeno herói viria a ter pelo mundo. Estamos no Natal e estes sonhos têm que ser possíveis. De aventuras, de mistério, de humor e imaginação…sobretudo, em relações de amizade, entreajuda e amor ao próximo e no acolhimento. O vídeo de Natal das Escolas INSIGNARE deste ano, recriou um pouco desta aventura do Tintin e pretende ser também uma forma diferente de vos desejar as boas festas.

Boas Festas, Feliz Natal e que os vossos sonhos sejam sempre tão coloridos como as aventuras de Tintin e que a cada momento tenham por certo amizades verdadeiras que vos acompanhem pela magia da vida!

 

Carina João Oliveira

Diretora Executiva

Imagens