Pesquisar:

O que fazemos?

Fruto de uma reorganização interna, nasceu o Departamento de Formação e Emprego, agrupando quatro áreas de trabalho que se complementam entre si: CFC – Centro de Formação Contínua; GIP – Gabinete de Inserção Profissional; CQEP – Centro para a Qualificação e o Ensino Profissional; GCI - Gabinete de Cooperação Internacional.

Para a comunicação externa ser mais eficiente e os seus utilizadores percecionarem mais facilmente o que se pretende, foi criada a sigla LIFE – Local de Inserção, Formação e Ensino.

Aproveitando as sinergias existentes entre aqueles serviços, pretende-se disponibilizar à comunidade local e regional um serviço transversal que não somente vá ao encontro das necessidades pontuais numa destas quatro áreas citadas, sentida pelos clientes individuais ou organizacionais, como permita uma oferta cruzada de alternativas e/ou complementos formativos e profissionais. Assim, almeja-se um serviço que integre e disponibilize a quem o procure, de forma rápida e adequada a cada situação, várias componentes: compatibilização entre oferta e procura de emprego, formação profissional, apoio social, orientação vocacional e profissional, oportunidades de colocação / aprendizagem e negócios no estrangeiro.

A postura deste Departamento não será apenas reativa – vai ao encontro às solicitações que lhe são feitas – mas também pró-ativa, comunicando de forma diversificada e eficaz, assente em procedimentos simplificados e de rápida resposta. 

As diversas áreas estarão sedeadas no edifício da Escola Profissional de Ourém, sendo a sua atividade – nomeadamente a realizada pelo CFC e pelo CQEP – parcialmente desconcentrada ao longo do Concelho e das regiões limítrofes. É nossa intenção continuar a apostar numa política de proximidade com as pessoas, realizando sempre que possível a nossa atividade em parceria com instituições a nível de freguesia.Dando alguns exemplos do tipo de serviço que estamos a planear, em termos de Inserção Profissional, a realização de sessões bimestrais, abertas ao público e gratuitas sobre técnicas de procura ativa de emprego: elaboração correta de curriculum vitae e emails de acompanhamento; pesquisa e segmentação de empresas a quem enviar; posturas corretas em entrevistas. Divulgaremos também diversas ofertas de estágios e empregos a nível internacional. Já focados na Formação Profissional, e preparando o novo Quadro Comunitário de Apoio – designado Portugal 2020 -, vamos ao encontro de um dos seus principais objetivos: que a Formação leccionada tenha um impacto real na empregabilidade das Pessoas e na competitividade das Empresas. Para tal, os candidatos a formandos terão uma pequena entrevista, posterior à análise documental do seu percurso escolar/formativo e profissional, para que possamos aferir quais as melhores ofertas adequadas ao seu perfil.

Internamente, este Departamento será ainda responsável pelas Auditorias Pedagógicas e Administrativas às Escolas da INSIGNARE e à Formação de Adultos que viermos a ministrar, prosseguindo na estratégia de melhoria contínua que é apanágio da INSIGNARE.