Pesquisar:

Mensagem do Diretor

CADERNO DE APONTAMENTOS - 9 de junho 2017

“Só de olhar, até cansa”

A intensidade da atividade que nos últimos dias tem ocupado toda a estrutura Insignare, leva-me a titular este breve texto com um “Só de olhar, até cansa”. É a colocação de alunos em estágio, maioritariamente do 2º ano, cá e em diversos países da Europa, é o acompanhamento da mesma atividade para os alunos do 3º ano, que já tinham começado a trabalhar a 1 de maio, são as inúmeras atividades que nos são solicitadas, desde a etapa regional do concurso Jovem Talento da Gastronomia, onde o nosso ex-aluno Luís Moleiro, venceu numa das categorias, até um número muito significativo de serviços contratados por outras entidades da região para integrar os seus eventos, até ao esforço de preparação final do Ricardo Raimundo, que vai na próxima semana participar no concurso Chefe Cozinheiro do Ano. E como nos compete, lá estaremos para o apoiar. Cada um na sua função e no seu local de trabalho, vamos construindo uma Insignare cada vez mais forte, reconhecida e respeitada. A todos os que contribuem para que isto seja uma realidade, crescente e com permanentes e renovados objetivos, agradeço o seu empenho e o seu esforço. No momento em que escrevo este texto, decorre a auditoria final ao processo de certificação ISO 9001, que vem complementar, aqui ao nível da estrutura administrativa da Insignare, a já conseguida certificação EQAVET, esta de nível europeu e dirigida especificamente para as escolas. Fomos duas (EPO e EHF) das oito escolas portuguesas que, nesta fase inicial, conseguiram levar este processo até ao fim, o que muito nos satisfaz. Aguardamos a entrega dos selos que atestam esta certificação, para disso fazermos uma orgulhosa e propalada notícia, tudo isto num excelente trabalho coordenado pelo José Luís Pegada. Dois dos três prémios do concurso de ideias, OurÉmpreende organizado pelo Município de Ourém, ACISO e pelo Contrato Local de Desenvolvimento Social, foram ganhos por alunos da EPO. Ao mesmo tempo estão a decorrer as inscrições para os cursos do próximo ano letivo e pelos números agora conhecidos, iremos conseguir abrir todas as turmas a que nos propomos, estando algumas delas totalmente esgotadas. Mais que tudo, é isto que compensa o nosso esforço, que paga as nossas remunerações e que nos garanta estabilidade. A Insignare continuará a crescer, mesmo num tempo difícil, e saberá expurgar do seu seio todos os empecilhos que teimam, aqui a ali, em travar a concretização dos seus objetivos.

 

Francisco Vieira
Diretor Executivo

Imagens