Pesquisar:

Afinal somos únicos!

"O que me intriga na minha vida é isto: como cheguei a ser quem sou? Como se elaborou esta personagem, eu, que reencontro todas as manhãs" (François Jacob, A Estátua Interior)

O ser humano é um ser social, realiza-se em toda a sua plenitude no seio da sociedade. Mas emerge dela pela sua individualidade.

A formação da personalidade é um processo individual, complexo e gradual, que se dá a partir dos factores hereditários, dos factores culturais e de características construídas a partir das diferentes situações que cada um vivencia. Tudo o que ocorre na vida de uma pessoa influencia, em maior ou menor grau, a construção das características da personalidade. É por esta razão que se costuma dizer que cada um de nós é resultado da sua história.

Dentro deste raciocínio, podemos constatar o inevitável: de entre seis biliões de habitantes no planeta terra, cada um de nós é, de facto, ÚNICO! Não há outro ser humano com o mesmo resultado da intrincada e complexa interacção da dimensão biológica e da dimensão cultural.

E esta conclusão faz-me sentir, sempre, MUITO ESPECIAL...

Margarida Rodrigues
(Área de Integração, Módulo nº1 "Pessoal e Identidade Cultural")