Pesquisar:

Balanço

O primeiro período letivo já lá vai. É tempo para analisar o que se passou. Temos como missão proporcionar sempre uma constante melhoria do nosso ensino e, para tal, nada como potenciar os aspetos positivos e corrigir os menos conseguidos. 

Este ano elegeu-se, pela primeira vez, a turma do período, como o propósito de premiar a turma que, globalmente, obteve o melhor desempenho em vários parâmetros tais como, módulos em atraso, aulas assistidas, faltas e média das notas. E para espanto, ou não, a turma vencedora foi a do 1.º ano do Curso profissional de técnico de Gestão. A vitória foi justa e outras turmas seguiram no seu encalço, separados apenas por 1 e 2 pontos respetivamente. Parabéns ao vencedores, e também a todos os que se esforçaram por garantir o melhor para a sua turma.
De facto, esta atitude altruísta, de pensarmos no bem maior, de forma global, é o primeiro passo para vingarmos no mundo do trabalho. As empresas de sucesso vivem da harmonia dos seus colaboradores e pela forma como estes conseguem contribuir, individualmente, para um objetivo comum. Aqui pretendemos o mesmo, pois em turmas em que os prevaricadores, os faltosos, os desinteressados e pouco estudiosos imperam, as hipóteses de sucesso são quase nulas. Há que tentar combater o insucesso também de dentro para fora e não apenas ao contrário. Ou seja, não se pode esperar que seja sempre a escola a tomar a iniciativa e a resolver os problemas, se não houver uma recetividade dos alunos. Tornar-se-á tudo muito mais simples se quem precisa se deixar ajudar. E como o poderão fazer? Um pouco mais de atenção aqui, um pouco menos de faltas acolá, um pouco mais de empenho e estudo q.b..
A receita não é nova. Aliás já vem dos primórdios dos tempos do ensino! Cada dia que passa representa uma nova oportunidade para corrigirmos os nossos erros, pois há quem diga que só se erra uma vez. Ao segundo erro, deixa de ser erro e passa a ser uma escolha! Como quero acreditar que ninguém escolhe ficar em último e ficar, por exemplo, desempregado (é isso que o futuro trará aos pouco ambiciosos e empenhados), acredito nos alunos e que para o próximo balanço possam haver surpresas agradáveis. Está nas vossas mãos.
Atitude!
José Luis Pegada

Imagens