Pesquisar:

EPO proporciona formação complementar de CNC aos alunos

 

 

 

 

 

 

 

A complementaridade de conhecimentos e de competências é, atualmente, muito valorizada no mercado de trabalho. Consciente de que os seus alunos serão melhores profissionais quanto mais forem os conhecimentos complementares que dispõem a Escola Profissional de Ourém (EPO) entendeu ser importante disponibilizar aos alunos do 3.º ano de Design e de Energias Renováveis uma formação complementar de CNC.
A EPO equipou, recentemente, as suas oficinas com duas máquinas CNC destinadas à formação de alunos das áreas de Metalomecânia, Energias Renováveis e de Design. Este tipo de equipamento é amplamente utilizado em ambientes industriais e surgiu da necessidade de produção de peças de alta precisão em grande escala. Os alunos do 3.º ano das referidas áreas, estando em fase final de conclusão dos seus cursos, já não teriam muita possibilidade de contactarem com estes equipamentos nas disciplinas do seu plano curricular. Esta ação de formação surgiu então como uma oportunidade de colmatarem essa inexistência de tempo.
A ação de formação, iniciou em janeiro e terá uma duração de 30 horas vocacionada para a aprendizagem básica de programação CNC, em fresadora de 3 eixos com troca automática de ferramenta com controlador siemens 802 D. A formação incluirá os seguintes conteúdos: Introdução ao CNC; Tipos de ferramentas; seleção da ferramenta e dos parâmetros de corte; Elementos de programação; Unidades, coordenadas e avanços, comandos Siemens; Funções auxiliares, comandos Siemens; Pontos de referência CNC (ponto zero). A formação terminará com a execução de uma peça pelos alunos utilizando os equipamentos reais existentes na Escola Profissional de Ourém.
Por agora os 12 alunos que se inscreveram, encontram-se  a efetuar a aprendizagem num software que simula a máquina de CNC. Este software permite a programação e a visualização do trabalho em execução. Os alunos, após inserção dos controlos, poderão visualizar de imediato a simulação da peça a ser executada. Nesta fase ainda há espaço para erros e retificação dos mesmos sem que o prejuízo seja outro que não o tempo despendido na execução de um exercício.
A EPO entende que, desta forma, estará a potenciar um ingresso mais facilitado no mercado de trabalho aos seus alunos dando-lhes ferramentas importantes uma vez que profissionais com este tipo de conhecimentos e competências são bastante procurados e muito valorizados no mundo laboral.

Imagens